Webmail SGTI

LIDERE COMO UMA MULHER - Confira a Entrevista com Flávia Real, Diretora do Colégio Verbo Divino

A gente não poderia deixar esta data passar em branco. Apesar das inúmeras e diferentes percepções a respeito da comemoração do Dia Internacional da Mulher nos dias de hoje, exaltamos a importância histórica da existência deste dia, que reconhece as conquistas sociais, políticas e culturais das mulheres na sociedade e contribui para a ampliação dos debates e movimentos em direção à igualdade de direitos.
 
A nossa comemoração, no entanto, vai durar mais que um dia. Durante todo o mês de março, apresentaremos aqui algumas mulheres incríveis que fazem parte da equipe Rede Verbita de Educação e contaremos um pouco de suas histórias dentro do segmento educacional e experiências dentro do mercado de trabalho. A escolha destes nomes foi feita de forma aleatória, considerando também a abertura e disponibilidade das entrevistadas dentro do nosso cronograma para as postagens.
 
Dando sequência à nossa série, apresentamos a Flávia real, Diretora do Colégio Verbo Divino.
 
- Flávia, muito obrigada por aceitar o nosso convite e estar aberta para dividir um pouco da sua história. Como você começou a trabalhar no segmento da Educação?
Atuar no ramo da educação sempre foi um grande sonho, que começou a se tornar realidade há 22 anos. Foi quando eu entrei para trabalhar com as crianças, passei por algumas instituições de ensino da região como professora da Educação Infantil. No Colégio Verbo Divino, minha primeira função foi como assessora de coordenação do Ensino Médio. Quatro anos depois, pela minha formação, e pelo envolvimento e conhecimento das atribuições, confiaram a mim o cargo de coordenadora do segmento. E em 2018, recebi a missão de conduzir o colégio na direção escolar, tarefa que desempenho com muito amor e responsabilidade.
 
- Você acredita que, nesta área da Educação, exista um equilíbrio entre as posições ocupadas por homens e mulheres?
Ainda há muita desigualdade entre homens e mulheres no mercado de trabalho, mas o que percebemos é que, no setor da Educação, essa diferença vem diminuindo num ritmo um pouco mais acelerado do que em outras áreas. Já faz um bom tempo que temos mulheres em posição de destaque não só nas instituições de ensino, mas também em cargos públicos e conselhos de educação espalhados pelo país. Uma explicação pode ser o fato da figura feminina estar, desde sempre, mais atrelada ao papel histórico de professor e à tarefa de ensinar. Some a isso os excelentes trabalhos que viemos desenvolvendo e resultados que viemos alcançando ao longo dos anos tanto na Educação Básica quanto no Ensino Superior. Acredito que esses e outros fatores podem ter contribuído para que a mulher conquistasse espaço e respeito mais rapidamente dentro do universo da educação.
 
- Quais foram as principais dificuldades enfrentadas nessa área? Você acredita ter alguma ligação com o fato de ser mulher? 
Refletir sobre essa questão no leva de volta à resposta anterior. Em mais de duas décadas de trabalho na educação, como docente ou gestora, nunca enfrentei nenhum tipo de dificuldade pelo fato de ser mulher. Todos os desafios que encontrei pelo caminho eram inerentes à função, sem relação direta com meu sexo. Ser mulher nunca foi motivo de animosidade ou preconceito, seja com colegas, alunos ou pais de alunos. Pelo menos, nos lugares em que trabalhei e nos cargos que ocupei, sempre fomos muito respeitadas. E agora, em um cargo de gestão de maior responsabilidade, conduzindo uma escola com mais de mil alunos, é necessário posicionamento firme em várias questões. E, mesmo assim, sempre tive um diálogo franco com homens e mulheres, em igualdade, sem preconceito.
 
- Você teve alguma inspiração relevante ao iniciar a sua carreira como Educadora? Se sua inspiração não for uma mulher, poderia nos citar uma referência feminina que acredita desempenhar bem o papel de gestora na área da educação?
Mais do que inspiração, acredito que o sucesso seja fruto de amor e vocação. São valores essenciais para o sucesso em qualquer profissão. Além da paixão pelo trabalho, creio que meu perfil de liderança também colaborou para me destacar em meio a tantos profissionais competentes. A inspiração maior vem de Deus, que nos capacita e ilumina nos projetos, atitudes e decisões. E toca nosso coração para o exercício da liderança. Lidar com pessoas é um desafio. Não tem muito efeito ser proativo, ser estratégico e não saber lidar com pessoas, não construir uma equipe unida e eficiente. Um bom líder motiva e conquista. Busco, no meu dia a dia, construir laços e influenciar os educadores pelo respeito e pela boa comunicação. Tento desenvolver pessoas. Os bons resultados são consequências naturais dessa postura.
 
- Quais conselhos você daria para mulheres que estão iniciando a carreira na área da Educação?
É um conselho que vale para qualquer setor: invista em uma boa educação, desde o início, e se atualize sempre. Nunca pare de estudar, de se capacitar. Esteja sempre disposta a aprender e exercite a humildade, seja qual for a posição que você ocupa. Ser humilde não nos faz melhor do que ninguém, mas nos faz diferentes de muitos.
 
- E para as empresas, que conselho daria para que possam, de alguma forma, contribuir para um mercado com oportunidades mais justas? 
O preconceito e a desigualdade precisam ser extintos dia a dia, em cada atitude, em cada decisão, em cada diálogo. Vejo o cenário com otimismo, com empresas mais abertas e justas. Esse pensamento deve permanecer e ser aprimorado sempre, para que tenhamos, no futuro, total igualdade de tratamento e oportunidades entre homens e mulheres.
 
Flávia Real é Graduada em Pedagogia e Pós Graduada em Gestão Educacional. E vem fazendo, nos últimos anos um trabalho pedagógico e executivo de excelência como Diretora do Colégio Verbo Divino.
 

veja OUTROS ACHADOS

SVD ESDEVA

Rua: Timbiras, 519 - Funcionários,
Belo Horizonte/MG | CEP: 30140-060

ver no google maps
AM4